Eliane-Coelho.jpg

O festival se tornou possível graças a pesquisas bibliográficas e de campo feitas por produtores e projetistas culturais capixabas, entre os anos 2011 e 2012. Após realizar 10 óperas, em quatro anos a COES decidiu realizar o festival a fim de promover a cultura erudita como possibilidade de desenvolvimento humano e econômico, uma vez que a ação cultural gera renda para aproximadamente 500 pessoas, entre cantores, instrumentistas e técnicos.

Em 2013, aconteceu de 03 a 30 de novembro, o 1° Festival de Música Erudita do Espírito Santo. Foram 19 apresentações, com um público de aproximadamente 06 mil pessoas. Contamos com cantores renomados internacionalmente, tais como: Rosana Schiavi (Argentina), Lício Bruno (RJ), Carolina Faria (RJ), Ney Fialcow (RS).

Em 2014, o Festival recebeu duas críticas positivas em mídia nacional (concerto de abertura e ópera Barbeiro de Sevilha). Esta edição aconteceu de 02 a 29 de Novembro, passando pelo Theatro Carlos Gomes um público de 6 mil pessoas, ficando marcada pela presença pela primeira vez no Estado, da cantora Brasileira de maior carreira internacional: Eliane Coelho.

Em 2015, foi destaque o lançamento do livro lançado na abertura do evento: Inventário do Acervo da Companhia de Ópera do Espírito Santo - As óperas encenadas no Espírito Santo, coordenado e pesquisado pela arquivista, Leila Valle e o presidente da COES, Tarcísio Santório. O festival aconteceu de 06 a 26 de novembro e o público superou 06 mil pessoas. Podemos citar a presença do pianista Christan Budu, o argentino Alfonso Mujica, o pianista Fabio Bezuti (USA).

Em 2016, o festival aconteceu de 05 a 27 de novembro, com um público de 6.200 pessoas, com a presença de artistas como: Eduardo Monteiro, Nahim Marun, Gabriel Hein-Schirato, Livia Sabag, Caroline de Comi, Licio Bruno.

Em 2017, foi destaque o Festival Itinerante nas praias, escola da rede pública de ensino e Asilo. Demos continuidade a 4ª Mostra: Exposição Acordes, coordenada pela artista plástica Vânia Caus. O festival aconteceu de 04 a 26 de novembro e o público superou 6.500 pessoas. Podemos citar a presença da pianista Linda Bustani, do violonista Turíbio Santos, do soprano norte americano Maria Russo, o pianista Fabio Bezuti (USA) e o retorno da cantora lírica brasileira de maior renome internacional Eliane Coelho.

facebook.com/festivaldemusicaerudita